SWF file not found. Please check the path.

Trilha sonora do filme americano “No pain, no gain” inclui composição de Roney Giah

O compositor, cantor e guitarrista Roney Giah assina a música “Translate the world” (It doesn't make too much sense), que integra a trilha sonora da produção norte-americana “No pain, no gain” – filme recentemente lançado, no Brasil, em DVD. A composição é resultado da parceria de Giah com o músico Alexandre Puga.

São Paulo, 17 de junho de 2008 – A música “Translate the world” (It doesn't make too much sense), composição dos brasileiros Roney Giah (música) e Alexandre Puga (letra), é parte da trilha sonora da produção norte-americana “No pain, no gain”. Disponível em DVD no Brasil, o filme – exibido em 250 salas de cinema nos Estados Unidos e na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo – foi apontado pela revista Musclemag International como o herdeiro cinematográfico de “Pumping Iron”, filme de 1977 que marcou a estréia de Arnold Schwazenneger. Em “No pain, no gain” (em livre tradução, “sem dor não há ganhos”), o ator Gus Malliarodakis interpreta um fisiculturista que luta contra a utilização de esteróides anabolizantes por esportistas. Com participações especiais de Jill Mills – a mulher mais forte do mundo – Dennis Newman, Joe Hursley e Crystal Calderoni, o filme foi citado pela ESPN, nos Estados Unidos. No Brasil, “No pain, no gain” foi mencionado no programa “Domingo Espetacular”, da TV Record, em reportagem sobre anabolizantes. A musicalidade inovadora do brasileiro Roney Giah está conquistando o mercado internacional. Além da presença na trilha sonora do filme “No pain, no gain”, Roney Giah assinou um contrato com a gravadora inglesa ASTRANOVA Records para o lançamento de uma coletânea entitulada “Yesterday´s tomorrow”.Para a divulgação, a gravadora produzirá podcasts shows que serão disponibilizados em 107 países. “Yesterday’s tomorrow”, que será comercializado pelo I Tunes, reunirá sete faixas do cd Semente (1998), seis faixas do cd Mais dias na Terra (2006) e uma faixa do inédito Na mira do coice, além de uma faixa bônus produzida com exclusividade para a ASTRANOVA. O interesse da gravadora ocorreu após o músico ter, por duas vezes consecutivas, as músicas “Amar com E” e “A chuva” – do álbum Mais dias na Terra –, indicadas ao “Track of the day” pelos dois milhões de usuários do site Garage Band (www.garageband.com), portal de música norte-americano que tem a curadoria de George Martin, ex-produtor dos Beatles. O convite para integrar o casting da gravadora partiu dos executivos Scott Hill e Alex Catillo, respectivamente CEO e Talent Hunter da ASTRANOVA Records.

Roney Giah Formado pelo Musicians Institute of Technology, em Los Angeles (EUA), em 1994, Roney Giah estudou com Pat Metheny, Scott Henderson, Frank Gambale, Joe Diorio, Joe Pass, Stanley Jordan, Jenifer Batten (guitarrista de Michael Jackson) e Cat Gray (tecladista do Prince). De volta ao Brasil, o cantor e guitarrista lançou seu primeiro CD – Semente –, indicado ao Prêmio Sharp 1998. No mesmo ano, concorreu ao Prêmio Visa (edição instrumental) e conquistou o segundo lugar no Festival Berklee/Souza Lima, em São Paulo. Teve também sua música Argila relançada no disco Pearl Brazilian Team 3, em uma coletânea de artistas brasileiros. Em shows e apresentações, Roney Giah já dividiu o palco com Sandra de Sá, Claudio Zoli, Milton Guedes, Xis, Bocato, Rappin Hood, Roberto Sion e Mané Silveira.

No segundo CD do músico, Mais dias na Terra, as fusões de guitarras e violões de nylon, percussões vocais com naipe de metais e coral gospel com zabumba conferem uma profunda miscigenação, envolvida em uma aura brasi­leira. Lançado em abril de 2006, em um show que lotou o teatro do Museu da Imagem e do Som (MIS), o CD Mais dias na Terra traz músicas e letras inéditas, assinadas pelo artista Roney Giah – um trabalho inovador, que in­tegra de forma única sons e ritmos de diferentes raízes musicais. Nessa receita única de notas e letras, Roney Giah chega a uma música nova, de impacto. Uma fusão de ritmos que normalmente não são tocados simultaneamente. O trabalho foi gravado nos estúdios Bebop, Groove e Paarmann, em São Paulo, e foi pré-selecionado na edição 2006 do Prêmio TIM de Música e do Latin Grammy 2006. www.roneygiah.com.br.

No ano passado, Giah participou do Oi Novo Som 2007, projeto cultural da operadora de telefone celular Oi, com o qual realizou uma turnê em Recife (PE). A faixa Lembra?, do mesmo álbum, foidestaque da Oi FM, uma das principais rádios pernambucanas.